quarta-feira, 31 de maio de 2017

Aipim, além de saboroso, faz bem para saúde!



Você conhece a castelinha? Também chamada de uaipi, mandioca ou macaxeira? Esses e outros termos são o que nós gaúchos chamamos de aipim! Economicamente barato, um sabor delicioso e mil e uma formas de preparo ainda têm a vantagem de fornecer nutrientes especiais, sendo eleito o “Alimento do século 21” .

Veja a lista de vantagens para quem consome essa raiz:

- Tira a fome, prolongando a saciedade.
-Diabéticos podem consumir! Não gera picos de glicemia, ao contrário de outros carboidratos.
- Livre de glúten! Pessoas com doença celíaca podem consumir!
- É rica em vitamina A, B1, B2 e C!
- É economicamente mais barata! E será utilizada para combater a fome, pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura).
- Atletas devem consumir. O exemplo de êxito no esporte, é o atleta jamaicano Usai Bolt, o homem mais veloz do mundo! Ele consumiu a raiz durante as Olimpíadas de 2008 de Pequim.
- Ela pode ser degustada por diferentes formas: cozida, frita, em purê. E ela origina outros preparos como: tapioca, polvilho e farinhas. 

Existem inúmeras receitas de preparos saudáveis com o aipim, confira abaixo: 

Purê de Aipim com requeijão light
Ingredientes:
3 colheres de aipim cozido e amassado;
1 colher de requeijão light;
2 colheres de leite desnatado;
1 dente de alho amassado;
1 colher de cebola picada;
sal a gosto;
salsinha a gosto.

Modo de preparo:

Primeiro refogue o alho e a cebola no azeite até ficar macio e translúcido. Reserve. Em outra vasilha misture todos os outros ingredientes começando pela mandioca amassada e incorporando todos ingredientes inclusive a cebola no azeite. Se quiser mais consistente use menos leite. O requeijão traz mais cremosidade à receita. 


Bolo de Aipim
Ingredientes:
4 xícaras de aipim cru sem casca ralado
1 xícara de leite de coco
4 colheres de sopa de óleo de coco
3 ovos
1 xícara de coco ralado sem açúcar
4 colheres de sopa de  Açúcar de coco 
Fermento em pó (opcional)

Ingredientes:
Em um recipiente misture todos os ingredientes (exceto o fermento) e mexa bem. 
Por último acrescente o fermento.

Use uma forma antiaderente e leve ao forno por 30/40 minutos à 180ºC. 

Escondidinho
light de frango com Aipim

Ingredientes
- 1,2 kg de mandioca cozida
- 1 copo de leite desnatado
- 2 colheres de sopa de margarina light
- azeite de oliva
- 80 gramas de bacon
- 2 cebolas médias picadas ou raladas
- 1 dente de alho grande (ou 2 pequenos)
- 1 pimenta malagueta pequena
- 3 sobrecoxas de frango desfiadas
- 2 folhas de louro
- sal a gosto
- 350 gramas de mussarela de búfala
- cebolinha e salsa picadas para decorar o prato
Modo de fazer
Comece o recheio fritando o bacon no azeite quente. Em seguida junte a cebola, o alho e as folhas de louro, só para dar mais cor e sabor. Quando a cebola estiver dourando junte o frango desfiado e cozido em água e sal. Deixe dar uma fritada, acerte o ponto do sal a seu gosto e está pronto o recheio do escondidinho. Não esqueça de retirar as folhas de louro antes de usar o recheio.
Para a massa do escondidinho você precisa fazer um purê com a mandioca. Bata os pedaços ainda quentes com o leite no liquidificador. Se ainda ficarem muitos pedaços grandes, passe a massa pelo espremedor de batatas. Tempere esse purê com sal e junte as colheres de margarina.
Divida a massa do purê em duas partes. Coloque uma parte numa tigela refratária, untada com margarina ou azeite para não grudar. Cubra essa camada com o recheio de frango. Espalhe o recheio bem e uniformemente sobre a primeira camada do purê de mandioca. Espalhe a segunda camada de mandioca, cobrindo o recheio.

Finalize o escondidinho com as rodelas de mussarela de búfala. Leve ao forno aquecido entre 180º e 200º por mais ou menos 20 minutos, até derreter a mussarela. Tire do forno e polvilhe com a salsa e a cebolinha picadas. Sirva quente ou morno.









quarta-feira, 10 de maio de 2017

Seu metabolismo é lento? Veja o que fazer para acelerar ele!

Metabolismo lento. O que fazer?  


            Você tem dificuldade para emagrecer? Já tentou de tudo, mas não obteve resultados? Provavelmente o seu metabolismo esta lento. Alguns fatores fazem com que o seu metabolismo fique mais lento. São eles:
- Noites mal dormidas
- Pular refeições
- Sua idade (caso tenha passado dos 30 anos)
- Hipotireoidismo
- Passar horas sentado (a) olhando as redes sociais ou televisão
- Não praticar exercício físico

Para acelerar o seu metabolismo:

- Domir mais cedo. O ideal é dormir em torno de 8 horas. Seus hormônios vão trabalhar melhor e você vai evitar  os “picos de fome” durante o dia.
- Comer de 3 em 3 horas. Isso não é uma regra, pois vai depender do que você comeu por último, se sua digestão é mais lenta e o tipo de profissão que exerce. Mas fracionar as refeições ajuda a acelerar o seu metabolismo.
- Praticar exercício físico! Não existe milagre! Existe matemática! Para emagrecer você deve perder calorias com um treino aeróbico supervisionado por um profissional Educador Físico.
- Se você tem hipotireoidismo deve procurar um Endocrinologista. Faça o tratamento correto e seus hormônios irão trabalhar mais rápido.
- Saia um pouco das redes sociais! No momento que elas te aprisionam elas vão te engordar! Limite seu uso. Isso vale para televisão também.

Segue uma receitinha para acelerar o seu metabolismo:

Suco Verde
Ingredientes
1 folha de couve
2 fatias de abacaxi
1 colher de sobremesa de semente de linhaça
3 folhas de hortelã
1 xícara de chá de água
Suco de meio limão
1 lasca de gengibre
Modo de Fazer: Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida.
Rendimento: 1 porção

75 calorias por porção

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Você conhece o KEFIR?

Olá! No jornal Nova Folha deste final de semana, escrevi sobre os benefícios do KEFIR.
Mas você sabe o que é KEFIR? KEFIR é um probiótico, semelhante ao iogurte, porém com propriedades nutricionais superiores. O Kefir possui bactérias que não tem no iogurte e leveduras benéficas que dominam, controlam e eliminam as leveduras patogênicas (prejudiciais) presentes no organismo. O
Kefir pode ser feito a partir de qualquer tipo de leite (vaca, cabra ou ovelha, soja, coco ou arroz). Tem aparência de uma massa branca e gelatinosa, composta por proteínas, lipídios e mucopolissacarídeo solúvel (Kefiran). Pode ser preparado em casa, adicionando os grãos de Kefir no leite e armazenar adequadamente.


INSTRUÇÕES PARA PREPARAR O “KEFIR”
1 – Deitar ¾ de leite (não fervido) num frasco de boca larga de l litro com tampa hermética (1/4 do espaço é reservado para o ar);
2 – Colocar 150 grs. do cogumelo de ‘”KEFIR” no seu interior a flutuar no leite. O cogumelo não pode ir ao frigorifico porque morre;
3 – Deixá-lo em repouso 24 horas e coar em seguida por um coador o leite “KEFIRADO”. Está pronto para ser utilizado. O creme pode ir para o frigorifico, por 1 ou 2 dias;
4 – Voltar a colocar o cogumelo do “KEFIR” no mesmo frasco depois de lavado e deitar, . novamente, a mesma quantidade de leite. Nunca deixar o cogumelo mais de 48 horas no mesmo leite. Fazer isto todos os dias;
5 – No Verão, deve lavar o cogumelo uma vez por semana com água tépida (morna), no Inverno pode fazê-lo de 15 em 15 dias, nunca use água fria;
6 – No Verão deve colocar o frasco em lugar fresco e no Inverno deve resguardá-lo do frio.
O “KEFIR” deve conservar-se sempre no leite fresco (não fervido) e à temperatura ambiente.

Como preparar um Kefir suave
Inicialmente vamos deixar os grãos de Kefir com leite durante o tempo necessário para formar as primeiras manchas de soro conforme segue na imagem:

O Kefir suave estará no ponto assim que surgirem as manchas conforme na imagem acima, para chegar nesse estágio pode levar de algumas horas a cerca de um dia, dependendo da proporção dos grãos para quantidade de leite e temperatura.

Após agitarmos o vidro nos iremos peneirar conforme a imagem que se segue:

Peneiramos o Kefir separando o líquido dos grãos.

Podemos consumir o Kefir líquido conforme a imagem:

Copo com o Kefir já devidamente peneirado sem os grãos. Podemos adicionar frutas, adoçar com mel, frutose ou até mesmo açúcar.

Também podemos adicionar Canela (a adição de canela fará com que o Kefir perca muito da sua função probiótica porque a canela é bactericida e fungicida) ou ervas como hortelã por exemplo, mas isso só deve ser feito apenas no Kefir peneirado sem os grãos:

Nunca devemos adicionar Canela ou ervas diretamente onde estejam os grãos.
Lembrando sempre:
NOS GRÃOS ADICIONAMOS APENAS LEITE.

Podemos adicionar canela ao Kefir já devidamente sem os grãos e deixar maturar na geladeira por algumas horas, poderemos adicionar açúcar mascavo ou mel e consumir:

Kefir com Canela

Queijo de Kefir

Queijo do Kefir também pode ser produzido utilizando para isso um coador de nylon:

Inicialmente separamos um coador de nylon e uma vasilha onde caiba o coador e ainda sobre espaço para que o soro seja depositado.


Coador dentro da vasilha.


Peneiramos os grãos do vidro de Kefir

Em seguida adicionamos o líquido peneirado dentro do coador:

Líquido já peneirado sem os grãos é colocado dentro do coador de nylon.

Coloque na geladeira a vasilha com o coador por cerca de 24 horas e estará pronto para consumo.

Normalmente deve ser consumido preferencialmente no mesmo dia, mas pode ser guardado por cerca de 3 dias na geladeira.

Sal - Pode se adicionar sal, isso fará com que o queijo se conserve até mais, porém deverá perder suas propriedades probióticas.



Quanto aos grãos de Kefir, sempre depois de peneirados, devem ser colocados novamente no vidro com leite para uma nova etapa de fermentação e assim sucessivamente.








FONTE: Dra Jaqueline Fernandes, Alice Carniel - Nutricionista



segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Dicas para um café da manhã mais saudável



                                           

Resultado de imagem para café da manhã saudável
                                                                                        Fonte: anutricionista.com 
 
Você anda cansado, sem energia no seu trabalho? A resposta para este problema pode ser as suas escolhas no café da manhã. Se você não consome nada no desjejum, provavelmente sente uma imensa fome no final da tarde.
Quando os pacientes me relatam que não conseguem comer nada pela manhã, logo pergunto qual o horário da última refeição do dia. Pessoas que jantam  tarde, por exemplo,      22 horas ou mais, e acordam às 6 -7 horas, dificilmente terão fome neste horário. E acabam consumindo mais calorias (vazias) no seu dia. Pesquisas já mostraram que um café da manhã completo, com frutas, pão integral e leite (para quem não tem intolerância), comem menos durante o dia comparado a indivíduos que pulam esta refeição. E tem mais energia, rendendo mais no trabalho. Confira a abaixo, cinco sugestões de café da manhã saudável:

1)      Café + Pão integral com cream cheese light + 1 banana
2)      Suco de laranja com mamão+ 4 torradinhas integrais com geleia de uva (elaborada com chia e suco de uva integral sem açúcar).
3)      Batida de banana com 1 c de sopa de farinha de linhaça e aveia
4)      1 copo de salada de frutas com iogurte natural e 1 c de sobremesa de mel
5)      Café com leite + torrada de pão integral com ovo + 1 fatia de melão

                                     Bom apetite e um  grande abraço!

Alimentos ricos em vitamina D

Você sabe como esta o seu nível de vitamina D? Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), identificou que os brasileiros têm falta de vitamina D. A principal fonte dessa vitamina é a luz solar, que estimula a produção da vitamina por nossa pele.  As fontes alimentares ricas em de vitamina D são os peixes e frutos do mar, como o salmão e os mariscos. A Vitamina D favorece a absorção do cálcio, sendo importante também para fortalecer os ossos e os dentes, além de evitar o raquitismo. Também ajuda no combate à hipertensão e no controle do peso.  Bebês prematuros, crianças e os idosos, quando não têm uma boa alimentação e não pegam sol com frequência ficam propensos a desenvolver doenças relacionadas à falta de vitamina D, como fraqueza nos ossos, nos dentes, etc. Um adulto saudável precisa consumir, em média, 5 microgramas por dia de Vitamina D e garantir uma exposição à luz solar de 20 minutos por dia, sem o uso de protetor solar.

Principais alimentos fontes de Vitamina D

- Sardinha
-Fígado de boi
- Ovos
- Manteiga
-Iogurte
- Óleo de fígado de bacalhau

Se for constato deficiência de vitamina D, pode ser necessária tomar suplementos de vitamina D. Consulte um médico e um nutricionista.Resultado de imagem para vitamina d sol


Farinha da Banana Verde

Resultado de imagem para farinha da banana verde


 Você já ouviu falar dessa farinha? Quem utiliza pode obter diferentes benefícios, como por exemplo, controlar a diabetes, melhorar o intestino, reduzir o colesterol e até emagrecer. Essa farinha é feita com a banana verde, pois, ela possui de 55 a 93% de seu amido na forma resistente, uma forma de carboidrato muito mais saudável para o organismo e responsável pela maior parte de seus benefícios à saúde, por ser digerido apenas no intestino delgado e não se converter em glicose que será liberada na corrente sanguínea. Você pode comprar em lojas de produtos naturais, ou pode fazer em casa. Veja como é fácil:

Receita de farinha de banana verde

 

Ingredientes: 6 bananas verdes

Modo de preparo: Cortar as bananas em rodelas médias, colocar lado a lado em uma forma e levar ao forno em temperatura baixa, para não queimá-la. Deixar até elas ficarem bem secas, praticamente enfarinhando na mão. Retirar do forno e deixar esfriar na temperatura ambiente. Depois de totalmente frias, colocar as rodelas no liquidificador e bater bem até virar uma farinha. Peneirar até a farinha ficar na espessura desejada e guardar num pote seco e tampar. Usar em até 20 dias. Pode-se usar a farinha de banana verde em sopas, sucos ou outros alimentos

E que tal um Muffin  dessa farinha?

Segue a receitinha:
 
                   Fonte:  brazil autralia


Ingredientes:

· 5 ovos
· 1/2 xícara (chá) óleo de coco 
· 250 g de biomassa de polpa de banana verde
· 1/2 xícara (chá) de açúcar orgânico
· 5 colheres (sopa) de cacau em pó
· 1/2 xícara (chá) de castanhas-do-pará picadas

Modo de preparo: Bata em liquidificador os ovos inteiros com o óleo de coco por 3 a 5 minutos e passe-os na peneira. Em seguida bata novamente a mistura de ovos com a biomassa, o açúcar e o cacau. Agregue as castanhas e misture com uma espátula. Despeje a massa em forminhas de muffin e asse em forno pré aquecido a 160oC por 30 minutos.

Valor Nutricional (por unidade):
Valor calórico 193,1 kcal
Proteínas 4,6 g
Carboidratos 12,7 g
Gorduras 14,4 g 

Esta receitinha é do site do Minha vida (  http://www.minhavida.com.br/receitas/materias/16765-receita-de-muffin-de-banana-verde-com-cacau).